Pular para o conteúdo principal

Bares tiram sono e paz de moradores em Val-de-Cans

Mesas do Bar Aeropub fica na frente das casas


Os moradores do Conjunto Bela Vista, próximo ao Aeroporto Internacional de Belém, no bairro de Val-de-Cans, normalmente desfrutam de um silêncio e um clima bucólico cada vez mais raro em Belém. Porém, aos poucos, esse sossego vai sendo quebrado pela algazarra e confusão de alguns bares e restaurantes que estão ocupando a região, desrespeitando todas as leis referentes a Poluição Sonora da cidade e causando incômodos graves aos moradores.

Entre os estabelecimentos que estão tirando o sono dos moradores encontra-se um bar que também é casa de shows chamada Aeropub Bar e Choperia, que fica na Rua Florianópolis, próximo à Avenida Júlio Cesar, no conjunto Marex. O estabelecimento destoa completamente da vizinhança, cheia de casas e apartamentos onde moram famílias com crianças e idosos. Como o local funciona de terça a domingo os moradores perderam seu direito de dormir devido o alto volume das musicas e shows ao vivo, geralmente sertanejos, que ficam a noite toda.

A professora Leina Maria Ayres mora há mais de 15 anos no bairro e é uma das pessoas que sofre em ter um bar como o Aeropub como vizinho, para tirar a paz de sua casa. Desde que o bar inaugurou Leina conta que não sabe mais o que é dormir cedo, pois a música invade toda sua residência, mesmo com janelas fechadas. “Eu tenho dois filhos e o mais velho sofre de depressão. O médico já disse que esse problema é agravado pelo barulho da música, ele precisa descansar e não tem como em casa. Minha filha estuda de manhã e passa pelo mesmo problema” conta Leina. 


O calvário de Lena não se resume somente a poluição sonora, pois a chaminé da cozinha do bar fica há menos de meio metro da janela de seu quarto e todo o cheiro de gordura invade sua residência, seja com as janelas fechadas ou abertas. “Eu fui obrigada a colocar uns lençóis na chaminé para evitar que a fumaça e esse cheiro horrível entrassem em casa e mesmo assim não dá jeito. Não posso nem abrir as janelas da minha própria casa”, declara a professora.


Chaminé do Bar próximo as janelas das resistências


Lençol posto na chaminé pela professora Leyna Ayres
A chaminé do local já foi alterada uma vez, porém o problema continua sem solução devido a sua construção irregular. Leina relata que o cheiro é perceptível por qualquer um que entre em sua residência. “Uns técnicos do Instituto Renato Chaves estiveram aqui para averiguar as denúncias de poluição sonora, mas na hora perceberam o cheiro insuportável, mesmo com a casa fechada, e viram como a chaminé estava irregular, além do alto volume do som” explica Leina.

Nem denúncias na justiça impedem o funcionamento dos bares na área.
A maioria dos estabelecimentos na região responde por algum processo ou denúncia na justiça, mas que nunca parece dar em nada ou impede seu funcionamento. Este é o caso do Aeropub. Quarenta e cinco moradores do conjunto assinaram um abaixo assinado denunciando as irregularidades do local, o qual foi encaminhado para ao Ministério Público.

Além de o local ter recebido perícias do Renato Chaves, da Delegacia de Meio Ambiente (DEMA) e responder ações na 8ª Vara do Juizado Especial Cível de Belém e ser alvo de denúncias no Ministério Público referente a falta de condições para funcionamento o estabelecimento manteve as portas abertas quase um ano sem alvará de funcionamento.


No dia 10 de novembro de 2016 os responsáveis pelo bar estiveram na DEMA respondendo denuncias sobre diversas irregularidades, as mesas do bar na frente das casas e no meio da rua, junto aos canteiros, atrapalhando moradores e gerando riscos aos motoristas, além que foi constatada a falta de documentos que comprovasse o seu funcionamento.

Cadeiras do Aeropub no meio da rua

Segundo a professora Leina Ayres, no dia 01 de junho o bar deveria ter assinado um TAC (Termo de Ajuste e Conduta) no Ministério Público, mas o processo foi adiado mais uma vez, pois de acordo com o MP, os proprietários do bar não receberam a intimação, com isso o processo foi adiado para o dia 12 deste mês.

Lixo dos bares se torna risco de doenças.

Os bares que tomam conta do Conjunto Bela Vista também estão trazendo riscos à saúde dos moradores graças ao lixo que os frequentadores jogam em qualquer lugar. Um dos exemplos é na Rua Florianópolis, próximo ao bar Aeropub, onde são encontrados lixos pelos canteiros de plantas.


O lixo é constante jogado pelos frequentadores do Aeroporto Bar

Quando podaram as plantas na rua foram encontradas dezenas de garrafas e latas de cerveja vazias que acumulavam água, além de baganas de cigarro, papéis e lixo orgânico que atraia ratos e se tornavam criadouros para mosquitos transmissores de doenças. 







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A marca italiana de produtos cosméticos chega no Pará com novo conceito de tratamento

Na última sexta (15), a marca italiana Prévia fez o lançamento dos seus produtos naturais e veganos no Salão SM Coiffeur, na Brás de Aguiar 742, em Belém. O SM Coiffeur é o primeiro salão a oferecer os produtos da Prévia para os clientes da capital paraense.
Segundo o representante da marca italiana Eric Barbugiani, os produtos são totalmente diferentes dos que são usados em muitos salões, além de trazer terapias naturais existentes no mercado de cosméticos. "Nossos condicionadores e máscaras de terapia têm 97 e 98% de ingredientes naturais, respectivamente - são muito fáceis de usar, têm perfumes que são encantadores e apaixonam também pelo conceito. Nós acreditamos muito na região Norte e no mercado paraense, em todo o seu potencial e, por isso, Belém e Manaus ainda são algumas das primeiras capitais a oferecerem Previa em todo o Brasil", disse Eric.

Eric Barbugiani, ainda destaca a importância da chegada da marca italiana no Pará e no Salão SM. "Tem havido um grande…

Aluno-atleta de Badminton da escola Santa Maria de Belém conquista o Campeonato Paraense de Badminton

Na tarde deste domingo (09), o aluno-atleta de Badminton do 3º  da escola Santa Maria de Belém, André Bernal, sagrou-se campeão do Campeonato Paraense de Badminton 2018 conquistando o pódio em três categorias: na sub-19, na principal e na dupla mista. O campeonato organizado pela Federação de Badminton do Pará foi realizado na quadra de tênis do Sesi, em Ananindeua, região Metropolitana de Belém. O campeonato teve inicio no sábado com as partidas classificatórias, e André Bernal mostrou desde o começo que ia brigar por medalhas, e foi o que aconteceu neste domingo conquistando em três categorias o ouro do Parazão de Badminton. Para mãe do aluno-atleta, Nagela Bernal, o jovem se preparou para cada partida. “Os jogos foram difíceis, fiquei nervosa acompanhando cada lance das partidas, mas estava confiante que ele não ia me decepcionar”, disse Nagela.
Segundo o atleta André Bernal, as partidas foram de alto nível técnico, com jovens atletas e veteranos mostrando que o Badminton cresce a …

André Bernal entra em quadra neste sábado e domingo para o Campeonato Paraense de Badminton

O Campeonato Paraense de Badminton 2018 será realizado neste sábado (08) e domingo (09) às 8h na quadra de tênis do Sesi, em Ananindeua, região Metropolitana de Belém. O atleta medalhista André Bernal entra em quadra visando o lugar mais alto da competição, nas categoria sub-19 individual, na principal individual e dupla na principal mista com a atleta Lorena Raissa.

André Bernal de camisa branca do Banco da Amazônia ao lado dos amigos de quadra Lorena Raíssa e Andrey Tavares Para o jovem atleta André, a competição é muito importante por se tratar do Paraense de Badminton “Não é uma competição qualquer, é uma competição onde vai ter os melhores do estado”, disse André Bernal.
André Bernal treina ao lado de seus amigos de Badminton Hoje o treino foi no ginásio do Núcleo de Esportes e Lazer- (NEL) com os professores Orbelio Neto e Paulo Almeida, e sua companheira de quadra na principal Mista Lorena Raíssa.
Segundo a mãe de Bernal, Nagela Bernal, o jovem tem grandes chances de conquistar as…